Fatores indispensáveis na compra de imóveis

Fatores indispensáveis na compra de imóveis

Não basta visitar um imóvel e fechar sua compra imediata, sem conhecer tudo que envolve a compra de imóveis. Aquela casa ou apartamento bem pintado e com cheiro de novo pode esconder problemas crônicos em sua rede interna ou uma verdadeira fortuna de impostos atrasados, que após a venda ficarão na responsabilidade do comprador.

Mais do que a frustração, o valor investido na compra pode aumentar consideravelmente caso não se observe e pesquise todos os detalhes que envolvem o imóvel.

Selecionamos alguns itens indispensáveis na compra de um imóvel, para evitar arrependimentos.

Confira alguns dos fatores indispensáveis no momento da compra de imóveis:

Investimento

  • Analise suas finanças:
    Muitas vezes criamos uma ideia e começamos agir por impulso, sem antes planejar o objetivo.
    Pensando na compra de imóveis, não estão em jogo apenas o valor do imóvel, mas há ainda a averbação da aquisição da matrícula; lavratura de escritura de compra e venda; valores para obter e registrar documentos; comissionamento de venda e ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis).
    Por isso, antes de qualquer investimento é importante analisar tudo que o engloba e qual o valor disponível para este fim.
  • Pensando na reforma:
    Em muitos casos, comprar um imóvel para reforma pode ser muito mais vantajoso do que um pronto. Já que as pessoas tem gostos muito diferentes e um apartamento nesse estado pode ter o valor bem inferior à um com reforma recente. Há também os lançamentos que na maioria das vezes precisam de alguma reforma. Portanto, sempre que planejar a compra de um imóvel, pense na possibilidade de realizar uma pequena ou grande reforma para deixar com a sua cara.

Localização

  • Escolha o bairro:
    Conhecer bem a localização do imóvel é fundamental e um dos principais fatores de sua valorização. Afinal, quanto mais urbanizado, com comércio disponível, áreas de lazer, acessibilidade e segurança, mais será a qualidade de vida.
    Com a vida agitada de São Paulo, a maioria das pessoas buscam moradia próxima ao trabalho e às escolas dos filhos e priorizam o fator segurança antes de fechar um negócio.

Características do imóvel

  • Estilo do prédio:
    É preciso avaliar todos os detalhes do imóvel a ser adquirido. A primeira identificação é sobre o estilo do prédio que pode ser moderno, clássico, neoclássico, retrô,  entre outros. Cada um desses estilos tem a sua arquitetura individual que o diferencia dos outros.
  • Planta:
    Observe a planta do apartamento ou casa e identifique se ela atende as suas necessidades em relação a distribuição da metragem entre os ambientes; quantidade de dormitórios; banheiros; ao espaço da cozinha; considere prestar atenção no pé-direito, já que quanto mais alto, mais arejado e maior a sensação de amplitude e também, na posição solar, já que no caso da face norte, o sol fica presente na maior parte do dia. Veja também como está a estrutura do imóvel, a parte elétrica e hidráulica, esse fator pode ser fundamental para a sua segurança.
  • Vagas de Garagem:
    Pode parecer exagero considerar as vagas de garagem um fator relevante, mas existem muitos casos em que o comprador se decepciona quando percebe que o seu carro não cabe na vaga, por exemplo, ou se incomoda com vagas indeterminadas. Para tanto, é importante pedir ao corretor para ver a disposição da garagem e o tamanho das vagas. Em alguns prédios é oferecido o serviço de manobrista aos moradores.

Documentação necessária

A burocracia para a compra de imóveis é necessária e impossível de ser driblada.

  • Comprador:
    Sua própria documentação deve ser a cópia do RG, CPF, Certidão de estado civil e comprovante de renda atual, certidão de quitação de tributos federais para comerciantes e certidão negativa.
  • Vendedor:
    Já o vendedor precisa apresentar todos os condomínios, IPTU e ITBI quitados, assim como o seu RG e CPF, Certidão de casamento ou união estável e Certidões negativas.
  • Imóvel:
    O imóvel precisa ter o título de propriedade com registro, certidão negativa do ônus real, certidão negativa do IPTU, averbação da construção no Registro de imóveis, certidão enfitêutica, carta de “habite-se”, cópia do boleto de registro de pagamento da Taxa de Cadastro e Avaliação, Planta baixa e R.T. do engenheiro responsável pela obra.
  • Contrato:
    Para realizar o contrato de compra e venda é preciso ter estipulado no documento os dados completos do vendedor; o valor do imóvel; como está sendo pago e se for com financiamento é preciso discriminar a entrada e o valor das parcelas, multas, comissão do corretor e da imobiliária e relação de mobília e objetos no interior do imóvel, se tiver.

Agora você tem 3 opções para comprar seu imóvel no Jardins:

  1. Pegar tudo isso que acabou de aprender e não fazer absolutamente nada;
  2. Pegar tudo isso que acabou de aprender e tentar sozinho, assumindo todos os riscos da tentativa de se chegar na solução;
  3. E a mais inteligente, escolher uma consultoria especializada no bairro.

Ficou interessado? Então entre em contato com a gente!

Print Friendly and PDF

Comente este artigo